Drones na Agricultura: aprenda como funciona essa tecnologia

Drones na Agricultura: aprenda como funciona essa tecnologia
Drones na Agricultura: aprenda como funciona essa tecnologia

Os drones estão cada vez mais presentes na rotina do campo e a tecnologia que eles trazem para as lavouras vem recheada de vantagens e economia. 

O futuro da agricultura já está acontecendo e os drones são parte importante desse processo, vamos entender melhor como eles funcionam? 

Neste artigo você vai ver: 

– O que são drones;

– Qual a diferença entre drones e VANTs;

– Na agricultura de precisão, onde os drones podem ser usados;

1. Demarcar as áreas de plantio.

2. Detectar o número de plantas em determinada área.

3. Acompanhamento da irrigação.

4. Gestão de áreas de difícil acesso.

5. Monitoramento de pragas, doenças e daninhas.

– Quais as vantagens do uso de drones na agricultura.

O que são drones? 

Uma tecnologia de origem militar que hoje é amplamente difundida em diversas áreas de atuação, drone é uma palavra de origem inglesa que pode ser traduzida literalmente como ‘zangão’. 

Os drones são pequenos veículos aéreos não tripulados que são controlados remotamente, por celular, controle ou tablet e podem ter as mais diversas funções, geralmente suas aplicações estão associadas a tarefas perigosas ou inviáveis para o ser humano. 

Os drones podem carregar pequenas cargas, câmeras, sensores e tantas outras coisas, tudo depende do objetivo. 

Na agricultura de precisão eles são usados para irrigar, monitorar, demarcar lavouras e muito mais. 

Qual a diferença entre drones e VANTs? 

Na prática, a diferença fica na nomenclatura e, principalmente, no fim para o qual o equipamento é utilizado. A legislação brasileira entende drones como equipamentos de uso estritamente recreativo, enquanto os VANTs (ou Veículos Aéreos Não Tripulados), são regulamentados para uso profissional e exigem uma ‘carga útil embarcada’ que são as câmeras, sensores, produtos, entre outros. 

Na agricultura de precisão, os drones podem ser usados para: 

1. Demarcar as áreas de plantio

Ideal para proporcionar uma visão clara e ampla, os drones são usados para demarcar as áreas que receberão o plantio, ajudando a selecionar as melhores áreas bem como estabelecer seus limites. 

2. Detectar o número de plantas em determinada área

 Com o objetivo de analisar a eficiência do plantio e inquirir acerca da produtividade da safra, é possível usar o drone para sobrevoar a lavoura coletando imagens de toda sua extensão. Depois, em um programa de computador específico para esse fim, as imagens são compiladas e você tem como resultado o número de plantas existentes naquela área. 

3. Acompanhamento da irrigação

Um problema no sistema de irrigação pode comprometer a produtividade de uma lavoura, porém, quanto mais as plantas crescem, mais o monitoramento de todos os pontos se torna difícil. Nesse sentido, o drone pode ajudar sobrevoando a área e acompanhando o funcionamento do sistema de irrigação bem como o desenvolvimento e saúde da planta

4. Gestão de áreas de difícil acesso

Nem todas as áreas da lavoura podem ser facilmente acessadas, especialmente depois de plantadas, os drones podem ajudar na gestão dessas áreas de acesso mais restrito, funcionando como os olhos do dono onde a vista já não alcança. 

Nesse sentido, é possível monitorar situações como: desenvolvimento das plantas, falhas no plantio, incidência de pragas, desmatamento, queimadas, nascentes e áreas de rio e assim por diante. 

5. Monitoramento de pragas, doenças e daninhas

Os drones também podem ser usados para monitorar o desenvolvimento da lavoura e verificar a incidência de pragas, doenças e daninhas que podem atrapalhar o desenvolvimento da lavoura. 

Ou no caso do monitoramento da NetWord Agro, prever a incidência desses fatores antes mesmo deles acontecerem. 

Quais as vantagens do uso de drones na agricultura? 

Em uma analogia didática, podemos dizer que os drones podem ser comparados ao uso de uma ferramenta de precisão. Eles ajudam o produtor a economizar em tempo, dinheiro e ainda são potencializadores de safras mais limpas e produtivas. 

Os resultados são mais rápidos, visto que com o auxílio dos drones as ações de controle ou prevenção acontecem mais rápido.

Os drones já são uma realidade na vida de inúmeras propriedades rurais e podem fazer toda diferença na produtividade da safra. O segredo está em entender qual a demanda da sua lavoura e encontrar uma empresa de confiança para te ajudar a executá-la. 
Se você quiser conhecer mais sobre o trabalho da NetWord Agro, é só clicar aqui.