Trigo: 4 dicas para ter uma safra mais produtiva

Trigo: 4 dicas para ter uma safra mais produtiva
Trigo: 4 dicas para ter uma safra mais produtiva

A cultura do trigo é bastante popular na região sul e sudeste do Brasil devido ao clima que propicia tal plantio. Se você faz parte dos produtores que investem nessa cultura ou quer saber mais sobre ela, nós separamos 04 dicas fundamentais para garantir a produtividade da sua safra. 

Confira: 

1. Cultivares e espaçamento são primordiais para um trigo resistentes

O primeiro passo rumo a produtividade precisa ser escolher as sementes corretas, elas devem ser fortes e resistentes, em especial, as pragas, doenças e daninhas que já ocorreram na sua propriedade. A variedade também ajuda a evitar possíveis contratempos, por isso, o ideal é trabalhar com mais de uma. 

O espaçamento adequado é aquele que garante o melhor aproveitamento da área de terra ao mesmo tempo em que permite o total desenvolvimento da planta. A cultura de trigo é competitiva com outras espécies (evite as daninhas) e uma lavoura muito densa pode impedir a chegada de luz adequada até a raiz da planta. 

O sistema produtivo da Embrapa disponibiliza esse mapa que mostra como a distribuição de trigo na área pode modificar a população de plantas. 

O mapa é de autoria de João Leonardo Fernandes Pires e a reportagem completa pode ser vista clicando aqui.

2. Respeitar a época de plantio do trigo e as condições climáticas

O plantio do trigo sempre vai estar atrelado a época ideal determinada pelo  Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) para sua região, para consultar seu calendário, clique aqui!

Além disso, é importante levar em consideração as incidências climáticas da sua região, leve em consideração as seguintes particularidades do trigo: 

– A umidade relativa do ar ideal tanto para o plantio quanto para o cultivo é de 70%.  

–  Já na fase de emergência, a temperatura do solo ideal varia entre 15º C e 20º C, temperaturas acima de 26 ºC podem ser prejudiciais ao desenvolvimento da planta.

Não existe um cálculo exato de qual a melhor hora para plantar, mas tendo em mente todos esses fatores, você será capaz de fazer uma escolha mais assertiva. 

3. Preparar o solo para receber o trigo

A cultura de trigo é bastante delicada, por isso, o sucesso da sua safra começa antes mesmo de jogar a semente na terra. 

É preciso conhecer o seu solo, através de análises próprias para esse fim e fazer as correções necessárias para que ele esteja saudável para receber os cultivares. 

A rotação de culturas é uma das formas de manter o solo saudável, o monitoramento é outro, o ideal é combinar mais de uma estratégia para garantir melhores resultados. 

4. Monitorar a incidência de pragas, doenças e daninhas

O trigo é uma cultura que reage bastante às mudanças climáticas, sendo que em um cenário com muitas ou poucas chuvas, sua lavoura pode estar sujeita a diversas intempéries. Além, é claro, dos demais fatores que trazem pragas, doenças e daninhas para o trigo.

Para maximizar sua produção, o ideal é um acompanhamento constante, que seja capaz de dizer o que deve ser feito na lavoura a cada novo acontecimento. 

Com a tecnologia preditiva da NetWord Agro, além de saber o que fazer antes mesmo de que o estrago aconteça, você ainda economiza na aplicação de implementos agrícolas, por saber em qual talhão exatamente deve aplicar ao invés de ter que tratar toda a lavoura

Esperamos que nossas dicas ajudem sua lavoura de trigo a prosperar cada dia mais. E se você tiver alguma outra dica ou experiência com essa cultura, manda pra gente, vamos adorar atualizar nosso artigo com sua contribuição. 

Para receber mais conteúdos como esse na sua caixa de entrada, assine nossa newsletter.